fbpx
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa. Cum sociis Theme

1-677-124-44227

184 MAIN COLLINS STREET WEST VICTORIA 8007

Etiam ultricies nisi vel augue. Curabitur ullamcorper ultricies
Top

Blog

Dietas Detox: mitos vs. realidade

O que você precisa saber sobre o detox a base de líquidos:

Catherine Towers gastou mais de US$ 1.000 por uma “desintoxicação” supervisionada por um médico.

“Eu senti que precisava de uma mudança drástica”, diz Torres, consultora de comercialização de marca em New York. “A perda de peso lenta a partir de uma alimentação mais saudável não suscita entusiasmo, portanto, um plano de desintoxicação era mais atraente.”

O valor incluiu uma visita ao médico, suplementos nutricionais e proteicos e fibras em pó. Por 4 semanas ela comeu um almoço “limpo” com peixe e legumes e bebia sucos e smoothies à base de proteína/fibra em todas as outras refeições. “Minha pele estava incrível e eu perdi 4,5 kg,” Torres lembra. Ela admite que depois de voltar aos seus maus hábitos alimentares, ela voltou a engordar ainda mais e agora está com 9 kg de sobrepeso.

Atualmente, parece que todo mundo já fez uma dieta de desintoxicação. Embora as dietas variem, elas geralmente implicam um jejum à base de líquidos que dura alguns dias ou semanas e muitas vezes incluem uma “limpeza” com comida limitada e/ou suplementos de “desintoxicação”. Ingerir apenas uma pequena porção de calorias pode gerar uma perda de peso dramática, o que torna a dieta de desintoxicação tentadora para aqueles que fazem dieta com frequência.

Mas essa tendência alimentar é diferente (melhor dizendo, essa tendência de não se alimentar), pois atrai pessoas que não estão tentando perder peso – pessoas com peso normal ou com bom condicionamento físico. Isso porque esses jejuns são divulgados como uma forma de melhorar a saúde através da remoção de impurezas do corpo. Muitas dietas do suco, como a Terapia de Gerson e o programa Reinicie Sua Vida, visto no filme Gordo, Doente e Quase Morto, pretendem curar condições crônicas de saúde e doenças como o câncer. Tudo isso dá mais credibilidade às dietas de desintoxicação do que as típicas e passageiras dieta da moda.

Mas elas são realmente científicas como dizem ser?

“Dietas de desintoxicação extremas não são nutricionalmente equilibradas”, diz Christine Gerbstadt, MD, MPH, RD, médica e nutricionista de Maryland. Até mesmo as dietas que incorporam uma refeição ou um smoothie podem ter pouquíssimas calorias, especialmente se você se exercita durante a dieta. Os riscos são consideráveis.

“Quando você não ingere proteínas ou calorias suficientes, você pode perder massa muscular e ter uma perigosa queda de açúcar no sangue, o que pode fazer com que você desmaie e pode gerar um desequilíbrio eletrolítico que, em casos extremos, pode levar a um ataque cardíaco”, diz Marjorie Cohn Nolan, MS, RD, CDN, porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética com uma clínica particular de consultoria em nutrição em New York.

Claro que nem todas as dietas de desintoxicação usam a abordagem da inanição. Algumas dietas são mais conscientes, consumindo sucos ou smoothies com suplementos nutricionais em quantidades adequadas de calorias (cerca de 1.200 por dia) e de proteína. “Contanto que você esteja saudável e faça [uma dieta como esta] por apenas alguns dias, você provavelmente eliminará um pouco de peso, [mas] dificilmente você curará uma doença”, diz Cohn.

Em outras palavras, é verdade que praticar o controle das porções pode levar à perda de peso. Mas a grande questão é: uma dieta detox realmente “desintoxica”. Alguns dizem que essas dietas são capazes de limpar o fígado e livrar o corpo de toxinas, mas elas realmente são podem fazer isso?

O que É uma Toxina?

O Merriam-Webster Dictionary define uma toxina como “uma substância venenosa, produto específico das atividades metabólicas de um organismo vivo.” Cobras venenosas e bactérias que causam botulismo, gerando assim um risco de morte, (o mesmo material usado no Botox® que é injetado em rugas) produzem toxinas benéficas. Claro, as dietas de desintoxicação não desintoxicam o veneno de cobra.

No contexto de tratamentos de saúde alternativos, a toxina é um termo mais vago, geralmente refere-se a algumas substâncias que causam problemas de saúde. O termo pode incluir poluentes, pesticidas, produtos químicos ou qualquer outra coisa considerada “não-natural” ou insalubre. O açúcar é muitas vezes considerado uma toxina, embora algumas formas de açúcar (xarope de bordo e o suco) sejam utilizadas na desintoxicação.

O que é Desintoxicação?

Remover os venenos do corpo é uma ideia sedutora, mas, assim como a palavra natural, o termo detox é tão comumente usado que pode significar qualquer coisa.

A desintoxicação é um tratamento médico reconhecido que ajuda viciados em drogas e alcoólatras durante a abstinência. A desintoxicação médica também pode reduzir o acúmulo de metais pesados, como o ferro ou o mercúrio, ou tratar uma doença genética que prejudica a absorção de ferrp. A terapia de quelação utiliza uma substância que se liga quimicamente a um metal específico para remover o excesso de metais do corpo. Em cada caso, o tratamento tem como alvo uma toxina específica a ser removida.

“Mas quando se trata da dieta, não há nenhuma base científica real para desintoxicação”, diz Gerbstadt, autor de Dieta Detox do Médico (Nutronics Publishing 2012), um plano de alimentar ‘limpo’ no qual ela tenta salvar e redefinir o termo. Uma rápida pesquisa da Medline® de revisão de publicações médicas mostra que há estudos que provam que uma dieta pode “limpar” ou “desintoxicar” o corpo.

“Dietas detox são criadas por pessoas com produtos ou livros para vender, mas este não é um tratamento médico legítimo”, diz Carla Wolper, EdD, RD, nutricionista registrada e professora assistente de pesquisas relacionadas à transtornos alimentares na Universidade de Columbia, em New York.

Um dos grandes problemas é que normalmente fica pouco claro o que realmente está sendo desintoxicado. Em 2009, um grupo de cientistas britânicos se uniu para pesquisar as reivindicações por trás de uma série de produtos que diziam ser desintoxicantes. Em seu “Dossiê do Detox”, químicos, biólogos e físicos concluíram que o termo desintoxicação é um mito e que “muitas afirmações sobre o funcionamento do corpo feitas durante a comercialização dos produtos estavam erradas e algumas eram até mesmo perigosas.” O relatório observou que pouca ou nenhuma evidência foi fornecida para basear a maioria das afirmações sobre a desintoxicação do produto (VoYs 2009).

Vendendo a Ideia de Agentes Tóxicos

Claro, a falta de evidências científicas não impede que os comerciantes de dietas vendam as mesmas ou que as pessoas façam as dietas. E a ideia de que o corpo está poluído não é nova: na década de 90, produtos alegavam que a celulite (gordura sob a pele) era um lodo cheio de toxinas que podia ser removido através de dietas ou de tratamentos especiais, tais como escovar sua pele. As dietas atuais que vendem o detox muitas vezes podem parecer muito convincentes. Em uma recente entrevista na televisão, a ex-estrela de comédias, Suzanne Somers, que vende livros de saúde alternativa e suplementos, entrevistou Andrew Weil, MD, um médico que também vende livros de saúde alternativa e suplementos. Weil observou: “Há uma quantidade enorme de tóxicos no ambiente. . . em muitos casos, os efeitos são desconhecidos. Mas… se não temos todos os elementos concretos, é preferível prevenir e tomar precauções, do que remediar.” Somers acrescentou: “Estamos expostos a 80.000 toxinas em uma base regular, a 200 toxinas enquanto fazemos o nosso ritual da manhã. . .” (O que são estas toxinas, que ela diz que temos, e que provas ela tem para comprovar essas informações? Ela não diz.)

Nossos corpos estão realmente poluídos com toxinas? “Se você não está doente, então você provavelmente não tem toxinas perigosas em seu corpo”, diz Wolper. “Mesmo se você estiver doente, pode ser porque você não tenha toxinas.” Não há como negar que estamos expostos a poluentes ambientais, produtos químicos na água e em alimentos processados, hormônios de alimentos de origem animal e pesticidas de alimentos vegetais, mas não fica claro em muitos casos se as exposições normais são verdadeiramente prejudiciais. Além disso, é difícil saber se os próprios sistemas de desintoxicação do organismo, como o fígado, são tão ineficientes que precisam da ajuda de uma dieta especial.

As pessoas raramente, ou quase nunca, fazem testes de toxinas. Marc Cohen, PhD, professor de medicina complementar na Universidade RMIT, em Victoria, Austrália, fez um comentário em 2007 sobre desintoxicação, dizendo que certas toxinas pode ser testadas no sangue, na urina, no cabelo, no suor, na gordura, na saliva, no leite materno e no sêmen, mas que, ainda assim, estes testes são raramente feitos em clínicas e, até mesmo se eles são feitos, muitas vezes é difícil interpretar os resultados do teste, especialmente para doses “subtóxicas” de vários compostos (Cohen, 2007).

Porém, a dieta típica de desintoxicação não exige evidências. Se pressupõe que seu corpo está poluído e também se pressupõe que a dieta realmente remove as toxinas. Livros, produtos ou profissionais que oferecem uma dieta de desintoxicação são vagos. Raramente eles especificam quais toxinas seu plano alimentar remove ou recomendam que você faça um exame para testar o nível de contaminação tóxica antes de fazer algo sobre isso.

Você está desintoxicando seu corpo do chumbo, de bisfenol A (BPA) ou de bifenilos policlorados (PCB)? Poderiam ser partículas do ar, adoçantes artificiais, seus remédios de alergia ou o álcool da margarita de ontem? Se são todos eles, como saber?

Além disso, nenhuma evidência de desintoxicação é fornecida, apesar das promessas dramáticas de que isso vai acontecer. Uma afirmação feita sobre uma das mais famosas dietas do suco, a Master Cleanse, afirma que: “Seu corpo vai limpar as toxinas que estão acumuladas principalmente nas articulações, nos tecidos moles, nas cartilagens e nas membranas mucosas.” E isto é, aparentemente, feito através da ingestão de um suco feito de limões, xarope de bordo, pimenta caiena e sal marinho. As toxinas sendo removidas não são especificadas e não há nenhuma evidência de que elas realmente foram eliminadas.

Desintoxicação do Fígado de Milhares de Toxinas…?

A afirmação mais comum é que a dieta desintoxica o fígado, o próprio órgão de auto desintoxicação do corpo. É pressuposto que o fígado fica entupido como um filtro de ar condicionado e que o mesmo deve ser limpo para que possa continuar desintoxicando.

“Mas não há provas de que um fígado normal fica obstruído com toxinas”, diz Nancy Reau, MD, hepatologista e professora associada de medicina na Universidade de Chicago que trata pacientes que têm câncer de fígado, cirrose e outras doenças hepáticas. “O fígado é um filtro muito sofisticado. Tudo o que você inala, coloca na sua pele ou come entra na corrente sanguínea e é levado para o fígado. Em seguida, ele gera enzimas específicas para ajudar a remover as coisas que não são saudáveis ou alterá-las de forma que se tornem saudáveis. ”

Reau admite que ela não leu “toda” a literatura médica e que, sendo uma médica formada no Ocidente, pode torna-la mais reticente com relação às abordagens alternativas e homeopáticos. Ainda assim, ela não viu provas nos dados revistos que mostrem o entupimento do fígado sem uma predisposição (uma condição médica que possa afetar o processamento). “Se o que o fígado tem de metabolizar estiver presente em grandes quantidades (como o álcool), o fígado não pode se tornar subitamente mais eficiente. A adição de algo (como uma erva) geralmente não fará com que ele se torne mais eficiente. Você tem que lhe dar tempo para lidar com esta grande quantidade. Então, os ingredientes de uma “desintoxicação” entrarão na fila juntamente com tudo que o fígado já está processando. ”

Além de casos de consumo excessivo de álcool ou drogas, não há evidências de que o fígado precisa ser – ou possa ser – desintoxicado. “O fígado é auto limpante, você apenas tem que colocar um bom combustível na forma de alimentos saudáveis”, acrescenta Reau.

Efeitos de uma Desintoxicação

Claro, as pessoas que fazem desintoxicação muitas vezes juram que perderam peso e muitas vezes dizem que aparentam estar melhor ou que se sentem melhor. Jocelyn Conn, que trabalha na televisão em New York, passou semanas viajando à trabalho, comendo fast-food e bebendo mais álcool do que o normal. “Depois disso”, diz ela, “meus colegas de trabalho e eu nos unimos para concertar os danos que tínhamos causado.” Eles fizeram uma dieta do suco rápida de 3 dias em que tinham que beber um suco diferente a cada 2 horas. “Minha pele estava ótima, eu dormi muito bem e às vezes me senti com muita energia.”

Mas os efeitos positivos foram causados pelos nutrientes mágicos nos sucos ou simplesmente ocorreram devido ao fato dela não estar mais na estrada, estar com um horário mais regular e ter parado de consumir Cheetos® e martinis? Conn admite que durante o jejum às vezes se sentiu irritada e fora do normal. Defensores da desintoxicação muitas vezes desconsideram esses efeitos negativos, achando que estes são causados pelas toxinas sendo removidas, mas não oferecem nenhuma evidência de que este é o caso.

Prós e Contras da Desintoxicação

A vantagem de uma dieta de desintoxicação é que, ao cortar os maus hábitos alimentares, você ajuda o corpo a eliminar resíduos mais facilmente. Estudos mostram que dar preferência a alimentos orgânicos reduz a exposição a pesticidas (Smith-Spangler et al. 2012), e comer menos alimentos processados e mais alimentos de origem vegetal traduz-se em mais fibras, mais nutrientes e menos aditivos químicos. Dietas de desintoxicação podem até ter um efeito de desintoxicação válido, se as pessoas eliminarem o álcool que elas eventualmente consumiriam. Weil afirma que o corpo pode se desintoxicar se você simplesmente parar de colocar toxinas nele. Ele recomenda evitar álcool, o fumo passivo e produtos químicos de uso doméstico – bem como beber mais água, comer bastante fibra e fazer exercícios, para melhorar a eliminação e aumentar as taxas de respiração (exalação), e utilizar saunas. (É claro que este conselho sugere que beber suco durante todo o dia ou tomar certos suplementos não é necessário.)

Algumas pessoas pensam que um plano regrado e rigoroso ajuda a te preparar mentalmente para começar a comer de forma mais saudável. Mas tanto Powers quanto Conn admitem que retornaram aos seus antigos vícios alimentares quando sua desintoxicação acabou.

E isso pode ser a maior desvantagem da dieta de desintoxicação. A crença de que a dieta pode dar o pontapé inicial para uma vida mais saudável pode ser apenas uma fantasia. Na verdade, a privação durante o jejum pode resultar em uma reação contrária – impulsivamente você voltará a comer alimentos não saudáveis. Um estudo de 2002, publicado no European Journal of Clinical Nutrition, descobriu que, tanto durante quanto também depois de um jejum, pessoas obesas sentiam mais fome e o apetite aumentava (Oh, Kim & Choue 2002). Num estudo de 2009, publicado no European Journal of Neuroscience, pesquisadores fizeram tomografias cerebrais em adultos com peso normal vendo fotos de alimentos de alto teor calórico – uma vez após tomarem o café da manhã e uma vez em jejum. Os exames mostraram maior ativação de áreas do cérebro associadas a recompensa quando os indivíduos tinham pulado o café da manhã, sugerindo uma diferença entre um indivíduo alimentado e outro em jejum que pode ajudar a explicar o aumento do desejo de comer mais que o necessário (Goldstone et al 2009).

Mas se a sua rotina consiste em alternar uma semana ocasional de desintoxicação para concertar um padrão crônico de maus hábitos alimentares, então qual o sentido de fazer isso? “Uma vida inteira com uma alimentação boa e saudável será mais eficaz do que fazer uma desintoxicação de vez em quando por um curto período de tempo”, diz Reau.

Formas Fáceis de Desintoxicar

  • Beba mais água.
  • Coma mais alimentos vegetais orgânicos.
  • Pratique bastante exercício.
  • Coma mais fibra, ingerindo mais alimentos de origem vegetal.
  • Elimine da sua alimentação ou coma menos alimentos de origem animal (e escolha apenas carnes magras, etc., se você for comer carne).
  • Não fume.
  • Não ingira bebidas alcoólicas.
  • Evite alimentos processados.
No Comments
Add Comment
Name*
Email*

Você também pode gostar de:

3 Motivos Pelos Quais Suas Costas Ficam Doendo

As dores nas costas estão aumentando e piorando no mundo, apesar de todo o dinheiro, tecnologia, pesquisas, medicamentos, restrições, aparelhos, cirurgias e nossas tentativas inúteis de isolar as costas como a culpada.Desde quando nós nos tornamos uma sociedade tão fraca e sensível que tem medo...

Ler Mais

30 min. para perder gordura By Isaac C. Hayes

Obtenha músculo, melhore o condicionamento aeróbio e queime gordura com um trabalho para o corpo inteiro com um treinamento em circuito.Isaac C. Hayes, iniciou a popularização do fitness, especificamente o circuit training. Se você tem dispensado o passado como mero resíduo da década “disco”, pode...

Ler Mais

4 Fatores que Preveem o Ganho de Peso

por Troy Purdom e Len Kravitz.Profissionais fitness gastam muito tempo ajudando as pessoas a perder peso, mas há outra forma de encarar este desafio: Quais são os principais fatores que levam as pessoas a ganharem peso?Compreender os comportamentos específicos que aumentam o risco de ganho...

Ler Mais

5 dicas para o personal trainer ter sucesso!!!

Alguns personal trainers têm um apetite insaciável por conhecimento e oportunidades de crescimento. Em um encontro anual de treinadores foi formulado um buffet educativo completo com todos os nutrientes necessários para suprir a crescente necessidade dos profissionais do fitness. As 5 dicas seguintes vindas desta...

Ler Mais

6 Fatores que preveem o ganho de peso:

por Troy Purdom e Len Kravitz, PhD em 23 de junho de 2015 Profissionais fitness gastam muito tempo ajudando as pessoas a perder peso, mas há outra forma de encarar este desafio: Quais são os principais fatores que levam as pessoas a ganharem peso? 
 Compreender os...

Ler Mais

6 Passos Para Novos Hábitos

por Derrick Price, MS em 06 de Set., 2017Use o ciclo do hábito para estabelecer novos hábitos diários que o ajudarão a alcançar o resultado desejado. Siga uma abordagem de seis passos para criar novos hábitos focados nos objetivos com seus clientes. Passo 1: Estabelecer Metas e MarcosContrário...

Ler Mais
WhatsApp DoFit