Sentar Não é Ruim: A Biologia Depende de Doses

“O cérebro parece ter sido desenvolvido para resolver problemas relacionados à sobrevivência em um ambiente externo instável, e para fazer isso em um movimento quase constante.”

― John Medina

 

Não parece que ele está falando sobre se sentar.

O corpo humano se adapta ao seu ambiente e os tecidos se conformam para evitar o estresse. Esse é o seu trabalho. E ele nunca para de trabalhar.

Os problemas causados por ficarmos sentado, como quadris enrijecidos, dor no pescoço, costas enrijecidas, etc., são altamente funcionais. Como é? Sim, eles são colocados lá pelo corpo em uma tentativa de sobreviver e se adaptar ao ambiente. Uma tentativa de minimizar o dano.

 

Parece contra produtivo certo?

Não é bom quando nós ficamos com esses problemas, porém, seu corpo não se importa se você não se sente bem, ele só não quer morrer. A principal prioridade é a vida. Uma vida de qualidade não é garantida. Você precisa assumir a responsabilidade pela forma como você escolhe vive-la.

A tendência atual é culpar o fato de ficarmos sentados como um fator contribuinte para a dor e desconforto. A frase ‘se sentar é como fumar’ está fazendo sucesso. Porém, eu acredito que apenas sentar não é ruim. O problema são os outros movimentos (ou falta deles) que você faz ao longo do dia. Nós precisamos ver as dosagens de seu tempo sentado.

 

Dosagens?

Por quanto tempo você faz isso, com que frequência você faz isso e como você escolhe fazer isso.

Se você ficar em qualquer posição por muito tempo, isso será prejudicial. Ficar em pé em um lugar por 8 horas é tão problemático quanto ficar sentado por 8 horas. É a constância da posição que importa. A biologia simplesmente se adapta àquilo que você fornece a ela.

Os músculos mudam o que eles fazem, como eles fazem e quando eles fazem baseados no ambiente. Dosagem trata-se de se mover com frequência e em diferentes padrões. Variabilidade, variedade e variação são cruciais para a eficiência dos movimentos.

 

Não se trata apenas de se mover mais, e sim mover mais de si mesmo.

 “Se você quisesse criar um ambiente de educação diretamente oposto ao que o cérebro é bom em fazer, você provavelmente desenvolveria algo como uma sala de aula. Se você quisesse criar um ambiente de negócios que fosse diretamente oposto ao que o cérebro é bom em fazer, você provavelmente desenvolveria algo como um cubículo. E se você quisesse mudar as coisas, você pode ter que destruir os dois e começar de novo.”

― John Medina

 

Aqui estão algumas sugestões simples para ajudá-lo a se sentar corretamente.

Quanto tempo? Seu cérebro começa a desligar cerca de 10 minutos após fazer a mesma coisa. Ele fica entediado rapidamente e com pressa. Nós não prestamos atenção às coisas chatas. Se sentar é chato. Você literalmente começa a perder conexões cerebrais. Quando seu cérebro começa a desligar, o corpo desliga.

Eu sugiro que você se levante e mova a cada 30 minutos. Não é fácil, mas ficar doente e cansado também não. Talvez seja bom experimentar se sentar em diferentes tipos de cadeira. Isso irá mudar a carga em seu corpo e pode fazer uma mudança positiva. Faça mudanças em casa também. Pare de se sentar no mesmo sofá. Escolha outro, ou melhor ainda, sente-se no chão.

 

Como se sentar? Bem, isso depende de onde você está se sentando. A principal coisa a observar é a inclinação posterior. Você naturalmente entra na inclinação pélvica posterior quando se senta, então você precisa ficar consciente de como reduzir a quantidade de inclinação e como isso afeta seu corpo. O que é uma inclinação pélvica posterior? Sente-se e depois se solte. Aí está! Suas costas se dobram e seus quadris se movem para frente. Alivie a quantidade de inclinação posterior adicionando suporte às suas costas. Suporte lombar. Talvez uma toalha enrolada?

 

 

Com que frequência? Ora, essa é fácil, a menor quantidade possível. Eu sugiro passar mais tempo no chão. Você provavelmente não passa tempo nenhum no chão, pelo menos não de propósito. Isso precisa mudar AGORA. Você sentirá imediatamente uma diferença em seu corpo. Tente ficar em uma posição por muito tempo no chão. Isso não vai acontecer.

É simples assim.

 

Fonte: Stopchasingpainf

Dr Perry

admin

0comentários

23 ago, 2017

Sem categoria

Comentários